Reinações de Narizinho (Monteiro Lobato)

Capa criada por Paulo Borges para o livro Reinações de Narizinho, do escritor brasileiro Monteiro Lobato (1882-1948), publicado no Brasil a partir de 2012 pela editora Globo (posteriormente pelo selo Globinho), dentro da coleção Monteiro Lobato – Obra Infantojuvenil. Publicado originalmente em 1931. Ilustrado por Paulo Borges.

Sinopse: Você quer descobrir como a boneca Emília começou a falar e nunca mais fechou a torneirinha de asneiras? E conhecer de perto Lúcia, a menina do narizinho arrebitado, neta de Dona Benta, que está sempre inventando novas reinações? Pois então mergulhe nas páginas deste livro, que tem início com a primeira história infantil escrita por Monteiro Lobato. [fonte: contracapa do livro]

Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, é um clássico da literatura infantil brasileira e continua atual como nunca. Com ilustrações inéditas, esta edição traz de volta toda a turma do Sítio do Picapau Amarelo. Em suas primeiras aventuras, somos apresentados à Emília, a boneca de pano tagarela e sabida, à Tia Nastácia, famosa por seus deliciosos bolinhos, à Dona Benta, uma avó muito especial, e à sua neta Lúcia, a menina do narizinho arrebitado. É Narizinho quem nos leva a incríveis viagens pelo mundo da fantasia. Tudo começa com uma inesperada visita da neta de Dona Benta ao Reino das Águas Claras e com a chegada de seu primo, Pedrinho, ao Sítio do Picapau Amarelo para mais uma temporada de férias. Com Monteiro Lobato, é impossível parar de ler. Ele inventou um jeito especial de escrever para crianças que até hoje serve de inspiração para os autores infantis. É por isso que desde o seu lançamento, em 1931, Reinações de Narizinho, vem divertindo e formando gerações de leitores brasileiros. [fonte: orelha do livro]

Reinações de Narizinho, um clássico da literatura infantil brasileira que continua atual como nunca, reúne histórias escritas por Monteiro Lobato em 1920. A obra, lançada anteriormente pela Globo Livros em dois volumes, acaba de ser reunida em uma única edição. O livro narra as primeiras aventuras que acontecem no Sítio do Picapau Amarelo e apresenta Emília, a boneca de pano tagarela e sabida, Tia Nastácia, famosa por seus deliciosos bolinhos, Dona Benta, uma avó muito especial, e sua neta Lúcia, a menina do nariz arrebitado. Lúcia, mais conhecida como Narizinho, é quem transporta os leitores a incríveis viagens pelo mundo da fantasia. Tudo começa com uma inesperada visita da neta de Dona Benta ao Reino das Águas Claras e com a chegada de seu primo, Pedrinho, ao Sítio do Picapau Amarelo para mais uma temporada de férias. Depois do passeio pelo Reino das Águas Claras, as reinações de Narizinho ficam ainda melhores. As crianças se divertem fazendo o Visconde com um sabugo de milho e planejando o casamento de Emília com o leitão Rabicó. E as aventuras continuam. Emília, Narizinho e Pedrinho recebem a visita de personagens como Cinderela, Branca de Neve e Pequeno Polegar. Também chega ao Sítio o Peninha, garoto invisível que trouxe no bolso algo que mudou a rotina dos netos de Dona Benta, o incrível pó de pirlimpimpim. Com esse pó mágico a turma do Sítio viaja para o Mundo das Maravilhas. Lá eles conhecem os fabulistas Esopo e La Fontaine e resgatam o Burro Falante, que vai morar no Sítio. Com Monteiro Lobato, é impossível parar de ler. Ele inventou um jeito especial de escrever às crianças que até hoje serve de inspiração para os autores infantis. É por isso que desde o seu lançamento, em 1931, Reinações de Narizinho vem divertindo e formando gerações de leitores brasileiros. [fonte: site da editora]

Reinações de Narizinho é a reunião em volume único (em 1931) de 10 livros menores escritos e publicados por Monteiro Lobato entre 1921 e 1931: Narizinho Arrebitado (1921, edição ampliada de A menina do narizinho arrebitado, de 1920), O marquez de Rabicó (1922), O noivado de Narizinho (1924), Aventuras do príncipe (1928), O gato Félix (1928), A cara de coruja (1928), O irmão de Pinóquio (1929), O circo de Escavalinho (1929), A pena de papagaio (1930) e O pó de pirlimpimpim (1931). Em 1933, quando o livro foi publicado em dois volumes, os títulos usados foram: Reinações de Narizinho (volume 1) e Novas reinações de Narizinho (Volume 2).

O livro Reinações de Narizinho estava sendo lançado desde setembro de 2007 pela editora Globo em dois volumes [volume 1] [volume 2].
contracapa

Essa edição do livro contém um prefácio intitulado “No reino da imaginação”, escrito por Marcia Camargos e Vladimir Sachetta.

Adaptações para televisão: Sítio do Picapau Amarelo (1952-1962, série, TV Tupi), Sítio do Picapau Amarelo (1964, série, TV Cultura), Sítio do Picapau Amarelo (1967-1969, série, TV Bandeirantes), Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986, série, TV Globo), Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007, série, TV Globo) e Sítio do Picapau Amarelo (2012-2014, série animada, TV Globo).

Conheça outras capas desse título, autor, editora, coleção/série ou capista nos marcadores abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário