O Picapau Amarelo (Monteiro Lobato)

Capa criada por Paulo Borges para o livro O Picapau Amarelo, do escritor brasileiro Monteiro Lobato (1882-1948), publicado no Brasil a partir de abril de 2008 pela editora Globo (a partir de 2012 pelo selo Globinho), dentro da coleção Monteiro Lobato – Obra Infantojuvenil. Publicado originalmente em 1939. Ilustrado por Paulo Borges.

Sinopse: Quem não gostaria de passar uma temporada com os netos de Dona Benta para travessuras sem-fim? O Sítio do Picapau Amarelo tornou-se tão famoso que até os moradores do mundo do faz de conta resolvem mudar-se para lá. Junto com os personagens saídos dos livros de fábulas, também aparece um grupo de crianças para conhecer de perto aquele espaço mágico que atiça a curiosidade e a imaginação de todos. [fonte: contracapa do livro]

Para alegria de Pedrinho, de Narizinho, do Visconde de Sabugosa e da Emília, os moradores dos contos de fadas e dos livros de aventuras resolvem mudar-se para o Sítio do Picapau Amarelo. Após uma troca de cartas com o Pequeno Polegar, começam os preparativos para receber os famosos visitantes. Um a um, eles vão chegando. Entre os primeiros estão Branca de Neve e os Sete Anões. Em seguida vêm Aladim com os gênios das Mil e Uma Noites. Logo depois, a Gata Borralheira, Peter Pan e os meninos perdidos do País do Nunca. Aparecem ainda Dom Quixote com Sancho Pança e os heróis da mitologia grega. Não faltam nem os fabulistas Esopo e La Fontaine, que se misturam à incrível legião de seres encantados das histórias da carochinha. Após a chegada dos habitantes do mundo da imaginação, a vida dos netos de Dona Benta transforma-se em uma grande aventura. Os hóspedes ilustres mudam a paisagem do Sítio do Picapau Amarelo, onde Peter Pan resolve colocar até o Mar dos Piratas, causando uma grande confusão. Graças às ideias brilhantes de Emília, tudo se resolve e ela ainda inventa uma festa nas Terras Novas para celebrar um casamento muito especial. Tia Nastácia, radiante na companhia de Sancho Pança, arregaça as mangas e prepara o mais fino banquete de que se tem notícia. Tudo corria às mil maravilhas até o palácio ser assaltado pelos personagens que não foram convidados. Como escapar dos furiosos monstros das fábulas? [fonte: orelha do livro]

Depois de receber uma carta do Pequeno Polegar, Dona Benta aceita ter os habitantes do País das Maravilhas como os novos moradores do Sítio do Picapau Amarelo. Com a presença de Peter Pan, Dom Quixote, Branca de Neve, Aladim, Gata Borralheira e muitos outros personagens, o Sítio se torna palco de grandes aventuras e muitas confusões, como quando o Mar dos Piratas transbordou e alagou o castelo da Branca de Neve, causando medo na princesa e nos anões. Sem falar no triunfante resgate dos anões da torre ilhada pelos piratas do “Hiena dos Mares”, que depois tornou-se o “Beija-Flor das Ondas”, o iate de passeio da Turma do Sítio. Essas e muitas outras reinações estão por vir no Picapau Amarelo, o incrível sítio onde tudo pode acontecer. [fonte: site da editora]
contracapa

Essa edição do livro contém um prefácio intitulado “O sítio do faz de conta”, escrito por Marcia Camargos.

Adaptação para cinema: O Picapau Amarelo (1973, Brasil).

Adaptações para televisão: Sítio do Picapau Amarelo (1952-1962, série, TV Tupi), Sítio do Picapau Amarelo (1964, série, TV Cultura), Sítio do Picapau Amarelo (1967-1969, série, TV Bandeirantes), Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986, série, TV Globo), Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007, série, TV Globo) e Sítio do Picapau Amarelo (2012-2014, série animada, TV Globo).


Conheça outras capas desse título, autor, editora, coleção/série ou capista nos marcadores abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário