Serena Valentino: série Vilões Disney (A mais bela de todas / A fera em mim / Úrsula)

serena valentino escritora americanaEm agosto de 2009 era publicado nos Estados Unidos pela editora Disney Press, um selo da Disney Publishing Worldwide, um livro que contava a origem da Rainha Má do clássico Branca de Neve e os sete anões. Com o título de Fairest of all: A tale of the Wicked Queen, escrito por Serena Valentino, o livro seria o primeiro de uma série, destinada ao público juvenil, cuja pretensão é contar as origens e motivações dos vilões Disney. E nada mais minimalista do que chamar a série de Villains (Vilões). Por se tratar de um produto publicado pela Disney, todas as histórias dos livros da série são baseados nas personalidades dos personagens dos filmes, e não nos contos originais nos quais os filmes foram baseados. 

A escritora da série, a americana Serena Valentino (nascida em 6 de abril de 1970), é conhecida por escrever o texto de duas séries de histórias em quadrinhos americanas: Gloomcookie (desenhada por Vincent Batignole) e Nightmares & Fairy Tales (desenhada por Camilla D'Errico), que trazem grandes protagonistas femininas em histórias de terror. 


Pedro Bandeira: A droga da amizade (2014)

[EM CONSTRUÇÃO]

Pedro Bandeira: Droga de americana! (1999)

[EM CONSTRUÇÃO]

Pedro Bandeira: A droga do amor (1994)

[EM CONSTRUÇÃO]

Pedro Bandeira: Anjo da morte (1988)

[EM CONSTRUÇÃO]

Pedro Bandeira: Pântano de sangue (1987)

COMPRE
Pântano de sangue é uma novela policial do escritor brasileiro Pedro Bandeira, direcionado ao público juvenil e publicado originalmente no Brasil em 1987 pela editora Moderna. 

Subtítulo: Uma aventura com os Karas (1991-1994); Mais uma aventura com os Karas! (1995-2008); Mais uma aventura dos Karas! (2009-atual).

Série: Os Karas (6 títulos) = A droga da obediência (1984), Pântano de sangue (1987), Anjo da morte (1988), A droga do amor (1993), Droga de americana! (1999), A droga da amizade (2014).

Sinopse: O crime organizado ronda o Pantanal! Miguel, Crânio, Calú, Magrí e Chumbinho envolvem-se com o crime organizado que está agindo no Pantanal de Mato Grosso, liderado pelo misterioso Ente. Em um enredo fascinante, repleto de suspense do começo ao fim, discute-se a dramática destruição dos jacarés, dos índios e da natureza em um dos últimos lugares do mundo que ainda poderia ser chamado de Paraíso Terrestre. Crânio, o geninho dos Karas, é quem terá de arrastar os amigos em sua mais perigosa missão! Esse é mais um trabalho para os Karas: o avesso dos coroas, o contrário dos caretas! [fonte: contracapa]


Pedro Bandeira: A droga da obediência (1984)

A droga da obediência. Pedro Bandeira. Série Os Karas. Editora Moderna. Coleção Biblioteca Pedro Bandeira. Hector Gómez. Ricardo Postacchini. Capa de Livro. Book Cover. 2014.
COMPRE
A droga da obediência é uma novela policial do escritor brasileiro Pedro Bandeira, direcionado ao público juvenil e publicado originalmente no Brasil em agosto de 1984 pela editora Moderna. A partir de 1992, o livro passou a ser publicado, na folha de rosto, com o seguinte subtítulo: A primeira aventura dos Karas.

Sinopse: Uma turma de adolescentes enfrenta o mais diabólico dos crimes! Num clima de muito mistério e suspense, cinco estudantes - os Karas - enfrentam uma macabra trama internacional: o sinistro Doutor Q.I. pretende subjugar a humanidade aos seus desígnios, aplicando na juventude uma perigosa droga! E essa droga já está sendo experimentada em alunos dos melhores colégios de São Paulo. Esse é um trabalho para os Karas: o avesso dos coroas, o contrário dos caretas! [fonte: contracapa da edição de 2009]

Série: O livro é o primeiro de uma série de 6 títulos chamada Os Karas. A série narra as aventuras de cinco estudantes (Miguel, Crânio, Calú, Magrí e Chumbinho) do fictício Colégio Elite, na cidade de São Paulo, que vivem bancando os detetives e, consequentemente, se metendo em apuros. Os seis volumes que compõe a série são: A droga da obediência (1984), Pântano de sangue (1987), Anjo das morte (1988), A droga do amor (1994), Droga de americana! (1999) e A droga da amizade (2014). Antes de Droga de americana!, Pedro Bandeira chegou a escrever um outro livro da série, A droga virtual, mas na época do lançamento desistiu do projeto. Segundo ele, "A droga virtual foi um projeto que teve de ser abandonado, pois pretendia basear-se em informática e, como esse ramo é dinâmico demais, meu livro ficou obsoleto antes de ser impresso." [fonte: blog Varanda, visitado em novembro de 2016]

Antologia de Contos: De conto em conto (2002)

De conto em conto é uma antologia de doze contos de vários escritores brasileiros, direcionados para o público juvenil e publicado pela editora Ática em 2002.

SinopseHistórias pequenas no tamanho, mas enormes na emoção. Assim são os contos deste livro. São doze preciosidades de diferentes autores que vão lhe revelar todo tipo de sentimento: do riso frouxo até a tristeza mais doída. [fonte: site da editora, visitado em janeiro de 2004]

Os autores dessa coletânea são: Antônio de Alcântara Machado, Artur Azevedo, Carlos Drummond de Andrade, Fernando Sabino, Ivan Angelo, Lima Barreto, Luiz Vilela, Lygia Fagundes Telles, Machado de Assis, Marcos Rey, Pedro Bandeira e Wander Piroli.

Especial: Capas dos livros da Coleção Rocambole, da Editora Brasiliense - Adaptações de histórias infantis de Monteiro Lobato

Logo da coleção
Rocambole: Aventura de Viver foi uma coleção publicada pela editora Brasiliense em 1991 que traziam fragmentos selecionados de três livros infantis de Monteiro Lobato: Reinações de Narizinho, O saci e Caçadas de Pedrinho

O público alvo eram crianças em processo de alfabetização, permitindo assim que elas fossem apresentadas ao universo lobatiano através de livros curtos (em média 20 páginas) e ricamente ilustrados por Moacir Rodrigues (os fragmentos de Reinações de Narizinho e O saci) e Paulo Von Poser (os fragmentos de Caçadas de Pedrinho, que são os três últimos títulos). O catálogo da coleção foi formado com 12 títulos e continuou sendo editado pela Brasiliense até 2005.

Os títulos da coleção foram: Narizinho arrebitado, A pílula falante, As jabuticabas, O Sítio do Picapau Amarelo, Pedrinho e o saci, O nascimento do Visconde, O casamento da Emília, A visita do Príncipe, Miss Sardine, E era onça mesmo!, Assembleia na mata e Os espiões da Emília.

Especial: Capas dos livros infantis de Monteiro Lobato nas décadas de 1950 e 1960

Em 27 de junho de 1945, o escritor taubateano Monteiro Lobato (1882-1948) assinou contrato com a Editora Brasiliense para a edição de suas Obras Completas. Até então, seus livros estavam sendo publicados pela Companhia Editora Nacional. A partir de então, Lobato passou a revisar sua obra. Em 1947 foi lançado a 1ª Série, Literatura Geral, que trazia sua obra para o público adulto em 13 volumes. Em 1948, chegou ao público a 2ª Série, Literatura Infantil, em 17 volumes. Foram editados em capa dura, e na maioria dos volumes, com dois títulos cada.

A partir de 1949, a editora Brasiliense, em paralelo com o lançamento das edições da Obras Completas, passou a editar os livros infantis de Monteiro Lobato em volumes individuais, em capa dura e ilustrada.