Capas dos livros da Coleção Folha: Minha Primeira Biblioteca (Folha de S. Paulo, 2016)

A Coleção Folha: Minha Primeira Biblioteca é uma coleção de adaptações de clássicos universais da literatura, com 28 páginas cada e direcionados ao público infantil (entre seis e dez anos). Publicado pelo jornal paulista Folha de S. Paulo, a coleção traz 28 títulos de "obras já conhecidas do grande público que, ao longo do tempo, vêm passando de geração para geração. Inclui também outras, menos divulgadas, mas de grande valor cultural, diversificando, assim, a coleção, ampliando o repertório das crianças." (fonte: site da coleção)

Os livros podem ser encontrados nas bancas de jornal, chegando um novo volume a cada domingo no período de 28 de fevereiro a 28 de agosto de 2016. Além das bancas, é possível comprar pelo site da coleção até esgotarem os estoques.

"Histórias que vão prender a atenção e fazer o seu filho mergulhar no universo da leitura. São 28 volumes com grandes aventuras a cada domingo. Seu filho não vai querer parar de ler." (site da coleção)

Curiosidade: coleções de livros lançados pelo jornal Folha de S. Paulo: Biblioteca Folha (1997), Folha Explica (2000), Grandes Nomes do Pensamento Brasileiro (2000), Biblioteca Folha (2003), Grandes Mestres da Pintura (2007), Grandes Escritores Brasileiros (2008), Grandes Museus do Mundo (2009), Decoração & Design (2010), Cozinhas da Itália (2011), Literatura Ibero-Americana (2012), Grandes Designers (2012), Grandes Pintores Brasileiros (2013), Música Clássica para Crianças (2013), Tributo a Tom Jobim (2013), O Mundo da Cerveja (2013), Grandes Vozes (2013), Charles Chaplin (2013), Grandes Astros do Cinema (2014), As Grandes Guerras Mundiais (2014), O Melhor de Elis Regina (2014), Grandes Livros no Cinema (2014), Design de Interiores (2014), Soul & Blues (2015), Folclore Brasileiro para Crianças (2015), Moda (2015), Minha primeira biblioteca (2015) e outros livros avulsos sem coleção ou em fascículos.



A volta ao mundo em oitenta dias. Júlio Verne. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 28 de fevereiro de 2016 - Nº 1
A volta ao mundo em oitenta dias (Júlio Verne)
adaptação de Eliane Martins
capa e ilustrações de Rosana Urbes
Obra Original: Le tour du monde en quatre-vingts jours, 1873, França

Que tal fazer uma longa viagem? Ou dar uma volta ao mundo em oitenta dias? Pois foi o que o esquisito senhor Fíleas Fogg apostou com seus amigos num belo dia, em Londres. E, naquela mesma noite de 2 de outubro, acompanhado de seu empregado Passepartout, ele pegou o trem e partiu, com a promessa de estar de volta até o dia 21 de dezembro - ou seja, oitenta dias depois. Nessa viagem em que usará trens, navios e até mesmo um elefante, Fogg viverá muitas aventuras que o levarão a visitar lugares belos e misteriosos e a conhecer pessoas especiais, como a indiana Aouda, ou atrapalhadas, como o detetive Fix. Com tantas novidades, os dias passarão voando... Será que Fogg estará de volta em Londres a tempo de ganhar a aposta? (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)


Beleza Negra: Memórias de um cavalo. Anna Sewell. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 28 de fevereiro de 2016 - Nº 2
Beleza Negra: Memórias de um cavalo (Anna Sewell)
adaptação de Susana Ventura
capa e ilustrações de Tel Coelho
Obra Original: Black Beauty, 1857, Inglaterra

Você pode já ter lido histórias sobre cavalos, mas uma história - ou melhor, uma autobiografia - escrita por um cavalo, talvez nunca tenha encontrado antes. É o que acontece neste livro, que traz as experiências vividas e narradas por Beleza Negra, um cavalo muito especial. Na Inglaterra, onde nasceu, ele irá morar em diversos lugares, conhecerá outros cavalos e terá vários donos, nem sempre muito cuidadosos. Também precisará desempenhar diferentes tarefas e viverá muitas experiências com os seres humanos - algumas agradáveis e outras, dolorosas. Se você gosta de animais, nesta história poderá observar o mundo a partir do ponto de vista de um deles - Beleza Negra. Este livro pode ser considerado como um alerta contra o tratamento cruel que muitos animais recebem e como um pedido para que sejam cuidados com amor e respeito. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



Moby Dick. Herman Melville. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 6 de março de 2016 - Nº 3
Moby Dick (Herman Melville)
adaptação de Stela M. F. Battaglia
capa e ilustrações de Weberson Santiago
Obra Original: Moby-Dick; or, The Whale, 1851, Inglaterra

Você já ouviu falar de Moby Dick? Esse é o nome de uma baleia branca que, por causa do livro escrito por Herman Melville, ficou famosa no mundo todo. Toda vez que o capitão Ahab, marinheiro experiente, pensava em Moby Dick, seu rosto se fechava e seu corpo se agitava como o mar em dia de tempestade. O que teria acontecido entre o capitão e aquela baleia? Por que Ahab a perseguia sem descanso? Quem vai contar esta história de tirar o fôlego é Ishmael, que viajou junto com Ahab por todos os oceanos da Terra à procura da enorme baleia. Nesta terrível luta entre o homem e o animal, tido como assassino, quem você acha que vai sobreviver? O homem, com sua inteligência, ou a baleia, com sua força incrível? (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)


Os três mosqueteiros. Alexandre Dumas pai. Auguste Maquet. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 13 de março de 2016 - Nº 4
Os três mosqueteiros (Alexandre Dumas pai e Auguste Maquet)
adaptação de Laiz B. de Carvalho
capa e ilustrações de Weberson Santiago
Obra Original: Le trois mousquetaires, 1844, França

Se você pensa que irá encontrar apenas três mosqueteiros nesta história, se enganou! Na verdade, eles são quatro: os inseparáveis amigos Athos, Porthos e Aramis, mais D'Artagnan, jovem ingênuo que deixa sua cidadezinha e vai a Paris porque deseja se tornar um dos cavaleiros do rei da França. Durante uma briga, ao ficar ao lado dos três mosqueteiros para enfrentar os guardas reais que queriam prendê-los, D'Artagnan passa a fazer parte do grupo. Serão muitas aventuras, duelos com espadas, fugas espetaculares, perseguições, romances, lutas pela defesa da honra e situações em que a vida dos quatro companheiros estará por um fio. Mas o lema dos amigos os ajuda a escapar de todos os perigos: "Todos por um, um por todos!". (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



Pollyanna. Eleanor H. Porter. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 20 de março de 2016 - Nº 5
Pollyanna (Eleanor H. Porter)
adaptação de Dinah Sales de Oliveira
capa e ilustrações de Rosana Urbes
Obra Original: Pollyanna, 1913, Estados Unidos

Você conhece alguém que já jogou o "jogo do contente"? Talvez seus pais ou avós se lembrem dele. A gente brinca com esse jogo toda vez que uma coisa ruim nos acontece. A regra é tentar encontrar uma coisa boa naquilo que nos pareceu muito difícil de enfrentar. Quando a gente consegue fazer isso, fica contente! É assim que faz a personagem principal deste livro, Pollyanna, que fica órfã e vai morar com uma tia que não é nada, nada fácil de conviver. Ela se lembra que seu pai a ensinou a jogar esse jogo e também o ensina a todas as pessoas que encontra. Com isso, faz muitos amigos, encanta a todos ao seu redor e ainda supera vários desafios sem perder o bom humor. Às vezes as pessoas dizem que uma pessoa muito otimista tem "mania de Pollyanna", mas quem é que não reconhece a importância de ser feliz? (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



As viagens de Marco Polo. Marco Polo. Rutischello da Pisa. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 27 de março de 2016 - Nº 6
As viagens de Marco Polo (Marco Polo e Rutischello da Pisa)
adaptação de Laiz B. de Carvalho
capa e ilustrações de Cris Eich
Obra Original: Livre des merveilles du monde, cerca de 1300, República de Veneza (Itália), Il milione (título original italiano)

Marco Polo viajou durante grande parte de sua vida e conheceu reinos estranhos e misteriosos - tudo isso no século XIII. Foi amigo e ficou a serviço de Kublai Khan, o poderoso senhor de todos os povos tártaros e, em diferentes missões, visitou mais cidades e países do que qualquer outro homem de seu tempo. Esteve na Armênia Maior, onde a Arca de Noé ficou presa no topo de uma montanha; na Pérsia, visitou a cidade de onde partiram os três Reis Magos; foi ao Ceilão, a Bagdá e à Turquia, entre muitos outros lugares até então desconhecidos. Viu montanhas feitas de sal, dormiu em casas redondas e desmontáveis, entrou em palácios imensos, participou de festas, conheceu o Tibete, onde, naquela época, o sal era usado como moeda. Se você gosta de viajar e de conhecer novos países, povos e costumes, certamente vai se encantar com os relatos que Marco Polo fez sobre suas viagens a cidades e reinos fantásticos. Seriam lugares imaginários ou reais? (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



A ilha do tesouro. Robert Louis Stevenson. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 3 de abril de 2016 - Nº 7
A ilha do tesouro (Robert Louis Stevenson)
adaptação de Laiz B. de Carvalho
capa e ilustrações de André Rocca
Obra Original: Treasure Island, 1883, Inglaterra

Um tesouro está escondido em uma ilha. O mapa que indica onde ele está é guardado por um velho marinheiro, que vive na hospedaria dos pais do menino Jim e é procurado pelo bando chefiado por Flint, um pirata sanguinário. Mas o mapa acaba indo parar nas mãos de Jim e ele embarca em um navio com seu amigo doutor Livesey e um pequeno grupo em busca da ilha desconhecida, que esconde a riqueza fabulosa. O que falar de uma história que reúne um garoto, mapa, piratas, um cozinheiro de uma perna só, navios, brigas, traições, perigos, mortes, suspense e mistério? Como diria o pirata Long John: "Com mil trovões!". Esta história só poderia mesmo se tornar uma das mais amadas por crianças, jovens e adultos no mundo todo! (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



O livro da selva: Mogli. Rudyard Kipling. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 10 de abril de 2016 - Nº 8
O livro da selva: Mogli (A verdadeira história) (Rudyard Kipling)
adaptação de Regina Soler
capa e ilustrações de Cris Eich
Obra Original: O personagem Mogli aparece em vários contos publicados nas seguintes coletâneas do autor, lançadas na Inglaterra: The jungle book (1894), The second jungle book (1895) e The third jungle book (1897)

Você já ouviu falar de Mogli, o menino que se perdeu na selva, no coração da Índia, e foi adotado por uma família de lobos? Pois ele é o herói de O Livro da Selva. Mogli se sente em casa em meio à natureza selvagem, tem os lobos como irmãos e, entre seus grandes amigos, estão o urso Baloo e a pantera negra Bagheera. Conforme o tempo passa e Mogli cresce, seu amor pela floresta e seus habitantes é cada vez maior, mas ele percebe que também pertence ao mundo dos homens. Será que vai ter que escolher entre ficar na floresta ou viver na cidade? Esta história fala de coragem, amizade e sabedoria - qualidades necessárias no mundo da selva e no mundo dos seres humanos. Escrita por Rudyard Kipling, é conhecida por crianças e jovens no mundo todo e já foi adaptada para cinema, teatro, desenho animado e histórias em quadrinhos. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



As aventuras de Oliver Twist. Charles Dickens. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 17 de abril de 2016 - Nº 9
As aventuras de Oliver Twist (Charles Dickens)
adaptação de Eliana Martins
capa e ilustrações de Sidney Meirelles
Obra Original: Oliver Twist; or, The Parish boy's progress, 1838, Inglaterra

"Sou Oliver Twist. Não tenho família e andei sete dias para chegar aqui, sem comer quase nada." Assim se apresenta o herói desta história, que perdeu a mãe ao nascer e durante nove anos viveu em instituições de caridade, sofrendo todo tipo de maus-tratos, antes de fugir para Londres. Na capital da Inglaterra, o menino trabalhou para pessoas que o exploraram e enfrentou novas dificuldades e perigos, ao se juntar a um bando de marginais, comandado pelo terrível Fagin. Mas a coragem, a inteligência e a bondade de Oliver Twist o ajudaram a superar os inúmeros desafios que a vida lhe trouxe até encontrar uma família e poder viver feliz com a inesperada herança deixada por seu pai. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



O corcunda de Notre Dame. Victor Hugo. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 24 de abril de 2016 - Nº 10
O corcunda de Notre Dame (Victor Hugo)
adaptação de Angela Müller de Toledo
capa e ilustrações de Adilson Farias
Obra Original: Notre-Dame de Paris, 1831, França

Estamos em Paris, França, no século 15. Do alto de uma das torres da Catedral de Notre Dame, uma criatura assustadora olha a paisagem: é Quasímodo, um homem manco e caolho, que tem uma enorme corcunda nas costas. Naquele tempo, a igreja era também um abrigo para órfãos e refugiados, e Quasímodo, o corcunda de Notre Dame, adotado pelo religioso Claude Frollo, vivia ali. Uma festa acontece na rua, e de repente ouve-se um grito: "Esmeralda está na praça!". O aparecimento da belíssima cigana Esmeralda, dançando com sua saia colorida, mudará completamente o destino dos personagens desta história. Serão muitas perseguições, desencontros, paixões impossíveis e aventuras vividas por heróis e vilões que emocionam leitores do mundo todo. Até hoje são feitas adaptações deste livro para cinema, teatro e histórias em quadrinhos. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



Peter Pan. J. M. Barrie. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 1 de maio de 2016 - Nº 11
Peter Pan (J. M. Barrie)
adaptação de Isabel Lopes Coelho
capa e ilustrações de Weberson Santiago
Obra Original: Peter and Wendy, 1911, Inglaterra

"Todas as crianças crescem, menos uma." Assim começa a história que você vai ler agora e que, com certeza, não vai querer parar até acabar. Peter Pan é um dos personagens mais famosos da literatura infantojuvenil mundial, e não há quem, um dia, não tenha tido vontade de ser eternamente criança, especialmente se fosse para viver grandes aventuras na Terra do Nunca! Filmes, musicais, peças de teatro e muitas outras obras foram criadas para contar as travessuras desse garoto que, acompanhado da fada Sininho, de Wendy, John e Michael e dos Garotos Perdidos, luta contra o terrível Capitão Gancho e seu bando de piratas. Peter Pan tornou-se um personagem inesquecível, porque emociona, diverte e nos faz entender como o medo e o desejo de crescer estão dentro de todas as pessoas. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)



As aventuras de Tom Sawyer. Mark Twain. Folha de S. Paulo. Coleção Folha Minha Primeira Biblioteca. Capa de Livro. Book Cover.
Lançamento em 8 de maio de 2016 - Nº 12
As aventuras de Tom Sawyer (Mark Twain)
adaptação de Sidney Meireles
capa e ilustrações de Susana Ventura
Obra Original: The adventures of Tom Sawyer, 1876, Estados Unidos

Pergunte aos seus avós, pais, professores ou amigos mais velhos se eles conhecem As aventuras de Tom Sawyer. Com certeza muitos deles serão fãs desse menino que é um dos personagens mais queridos da literatura mundial. Tom é um garoto esperto, curioso, que adora nadar no rio, pescar e... nem tanto estudar. Ficou órfão e desde então mora com sua Tia Polly (que não é exatamente a melhor tia do mundo) e com seus primos numa cidadezinha às margens do rio Mississípi, que fica nos Estados Unidos. Tem muitos amigos, com quem compartilha momentos de traquinagens e descobertas - um deles é Huckleberry Finn, ou simplesmente Huck, que você vai conhecer melhor em outro livro desta Coleção. Tom Sawyer ficou famoso também em filmes, musicais e histórias em quadrinhos, e frequentemente é citado por artistas como um personagem que marcou a infância deles. (fonte: site da coleção, visitado em 20 de março de 2016)






Nenhum comentário:

Postar um comentário