Dom Quixote das crianças (Monteiro Lobato)

Capa criada por Camilo Riani para o livro Dom Quixote das crianças, do escritor brasileiro Monteiro Lobato (1882-1948), publicado no Brasil a partir de agosto de 2010 pela editora Globo (a partir de 2012 pelo selo Globinho), dentro da coleção Monteiro Lobato – Obra Infantojuvenil. Publicado originalmente em 1936. Ilustrado por Camilo Riani.

Sinopse: Quem nunca ouviu falar de Dom Quixote e Sancho Pança, seu gorducho escudeiro? Adaptado por Monteiro Lobato, este livro traz as aventuras do cavaleiro que percorria o mundo em busca de justiça e de glórias. A história do fidalgo espanhol, escrita por Miguel de Cervantes há mais de quatrocentos anos, continua emocionante como sempre. E aqui, recontada por Dona Benta, fica ainda mais saborosa. [fonte: contracapa do livro]

De um jeito que só as avós sabem fazer, Dona Benta reconta as famosas aventuras de Dom Quixote de La Mancha e Sancho Pança. O livro, escrito originalmente por Miguel de Cervantes a partir de 1602, conta com 26 emocionantes capítulos repletos de suspense e é considerado uma das obras-primas da literatura universal. Em 1936, Monteiro Lobato resolveu fazer uma adaptação para as crianças brasileiras, apresentando para elas, em uma linguagem simples e muito gostosa, as andanças do cavaleiro que se tornou conhecido e admirado no mundo inteiro. Mistura de louco e sonhador, Dom Quixote conquista até a espevitada Emília, que, entusiasmada, chega a imitar o herói imortalizado na memória dos milhares de leitores ao redor do mundo. [fonte: orelha do livro]

Livro de autoria do espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616) considerado uma das obras-primas da literatura universal, Dom Quixote foi adaptado por Monteiro Lobato para as crianças brasileiras e lançado em 1936. Escritos numa linguagem simples e gostosa os feitos do cavaleiro são recontados por Dona Benta o que os torna ainda mais saborosos na narrativa da avó e, principalmente, nos comentários da turma do Sítio do Picapau Amarelo. As andanças do nobre fidalgo, montado num cavalo magro que batizou Rocinante, sempre acompanhado por Sancho Pança, seu fiel e gorducho escudeiro, revelam a alma humana e mostram como as pessoas reagem em diferentes situações. Lidas há mais de 400 anos e traduzidas em diversas línguas, essas aventuras acabaram por se fixar na memória de milhões de leitores em todo o planeta. Imortalizando seu personagem principal, um misto de louco e sonhador conhecido como Cavaleiro da Triste Figura, Cervantes, através de Dom Quixote, faz uma crítica aos romances de cavalaria, muito populares em sua época. [fonte: site da editora]

O livro Dom Quixote das crianças de Monteiro Lobato é uma adaptação, com o acréscimo de diálogos e situações com os personagens do Sítio do Picapau Amarelo, do livro El ingenioso hidalgo Don Quixote de La Mancha (1605), do escritor espanhol Miguel de Cervantes (1547-1616). Além dessa adaptação com os personagens lobatianos, Dom Quixote de La Mancha teve várias outras adaptações e traduções publicadas no Brasil.
contracapa

Essa edição do livro contém um prefácio intitulado “Entre o sonho e a loucura”, escrito por Marcia Camargos.

Adaptações para televisão: Sítio do Picapau Amarelo (1952-1962, série, TV Tupi), Sítio do Picapau Amarelo (1964, série, TV Cultura), Sítio do Picapau Amarelo (1967-1969, série, TV Bandeirantes), Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986, série, TV Globo), Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007, série, TV Globo) e Sítio do Picapau Amarelo (2012-2014, série animada, TV Globo).

Conheça outras capas desse título, autor, editora, coleção/série ou capista nos marcadores abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário