A reforma da natureza (Monteiro Lobato)

Capa criada por Paulo Borges para o livro A reforma da natureza, do escritor brasileiro Monteiro Lobato (1882-1948), publicado no Brasil a partir de julho de 2008 pela editora Globo (a partir de 2012 pelo selo Globinho), dentro da coleção Monteiro Lobato – Obra Infantojuvenil. Publicado originalmente em 1941. Ilustrado por Paulo Borges.

Sinopse: A cabecinha de Emília borbulha de ideias. Por isso, enquanto a turma viaja à Europa para resolver os problemas causados pela Segunda Guerra Mundial, ela promove uma reforma nos animais e nas árvores frutíferas, fazendo do Sítio o lugar mais curioso do mundo. Aqui você vai descobrir tudo sobre mais esta estripulia da boneca! [fonte: contracapa do livro]

Para Emília, o mundo não passa de uma grande “trapalhada”. Tudo está errado. Por que o Rabicó tem rabo em forma de caracol e o rinoceronte Quindim um couro tão grosso? E como explicar a jabuticaba? Uma frutinha minúscula em árvores gigantescas e as abóboras, imensas, nascendo em pés molinhos que se esparramam pelo chão. Pensando nisso tudo, Emília aproveita a ausência de Dona Benta que viajou para a Europa com a turma do Sítio para reformar a natureza. A partir daí, ninguém segura a boneca de pano. Ao lado de uma amiga que vem especialmente do Rio de Janeiro para essa aventura, ela coloca em prática muitas de suas ideias mais malucas. Depois de aprontar mil travessuras, Emília ganha a companhia do Visconde. De volta da Europa, o sabugo junta-se a ela na Cova do Anjo para realizar experiências em insetos. Por um descuido ele cria monstros gigantescos que assustam a vizinhança e entusiasmam os cientistas alemães. Sempre ponderada e democrática, Dona Benta questiona as mudanças que desequilibram a natureza. Ao argumentar pacientemente com a boneca, a avó dá uma lição de liberdade e ensina como é importante respeitar o meio ambiente. Neste livro, Monteiro Lobato ainda demonstra sua tristeza com a Segunda Guerra Mundial, trazendo o conflito para os leitores infantis. [fonte: orelha do livro]

Para Emília, o mundo está todo errado. Ela não entende por que a jabuticaba, uma fruta tão pequena, dá em árvores gigantescas e abóboras imensas nascem em pés esparramados pelo chão. Em A reforma da natureza, a boneca de pano decide reformar cientificamente plantas, animais e insetos e causa muitos problemas ao desrespeitar o equilíbrio do meio. [fonte: site da editora]

A reforma da natureza é a reunião em volume único (em 1944) de 2 livros menores escritos e publicados por Monteiro Lobato em 1941: A reforma da natureza e O espanto das gentes.
contracapa

Essa edição do livro contém um prefácio intitulado “Paz na Europa e confusão no Sítio”, escrito por Marcia Camargos.

Adaptações para televisão: Sítio do Picapau Amarelo (1952-1962, série, TV Tupi), Sítio do Picapau Amarelo (1964, série, TV Cultura), Sítio do Picapau Amarelo (1967-1969, série, TV Bandeirantes), Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986, série, TV Globo), Sítio do Picapau Amarelo (2001-2007, série, TV Globo) e Sítio do Picapau Amarelo (2012-2014, série animada, TV Globo).


Conheça outras capas desse título, autor, editora, coleção/série ou capista nos marcadores abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário