Thomas, o impostor (Jean Cocteau)



Capa criada por Enio Squeff para o livro Thomas, o impostor, do escritor francês Jean Cocteau (1889-1963), publicado no Brasil em 1987 pela editora Rio Gráfica, dentro da coleção Grandes Sucessos da Literatura Internacional (Nº 28). Traduzido do original Thomas l’imposteur (1923) por Marcia Vinci de Moraes.

Sinopse: Terno e trapaceiro, sedutor e fanfarrão, o adolescente Guillaume Thomas sonha concretizar seu destino de aventureiro inconsequente. A guerra que abala o mundo a partir de 1914 parece-lhe o veiculo adequado e, para participar do conflito, ele se faz passar por sobrinho do famoso general de Fontenoy, herói das lutas contra os alemães. Em seu pequeno mundo de fantasia e realidade, convivem com Thomas criaturas ávidas de prazer, como a princesa de Bormes, vulgares e vorazes, como a sra. Valiche, e obcecadas por honrarias, como o Dr. Verne. Colocando-as em ação, Jean Cocteau pinta um quadro tragicômico de um momento terrível da humanidade e usa todo o seu talento para criticar com violência a estupidez que conduz a mais execrável de todas as imposturas: o conflito armado. [fonte: contracapa do livro]

Adaptação no cinema: Thomas l’imposteur (1965, França, sem título no Brasil).

Conheça outras capas desse título, autor, editora, coleção/série ou capista nos marcadores abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário